Cabanha da Serra reúne profissionais da comunicação e autoridades da região

O empresário Mercílo Rigon reuniu no último sábado, em sua propriedade, Cabanha da Serra, profissionais da área de comunicação e autoridades dos municípios de Lauro Müller e Orleans. Mais de 20 pessoas estiveram no local, a fim de conhecer o tão comentando empreendimento que está sendo preparado entre os Cânions da Serra do Rio do Rastro, em Lauro Müller.

Representantes de quase todos os veículos de comunicação dos dois municípios puderam participar de um almoço e desfrutar um pouco do local. Além de jornalistas e radialistas, a confraternização reuniu também o prefeito de Lauro Müller, Hélio Bunn, prefeito de Orleans, Jacinto Redivo, empresário e vice-prefeito de Orleans, Lussa Librelato, secretário de Obras de Orleans, Dija Pavei, secretário adjunto de Turismo de Lauro Müller Márcio Luiz Rosa, além de outros convidados.

“Este é o primeiro grupo que estamos trazendo assim, de forma oficial, para conhecer o local. É um momento de confraternização, um dia diferente que oferecemos aos profissionais de comunicação e autoridades aqui da região”, ressaltou o anfitrião Mercilo.

Alguns de camionetes, outros de quadriciclos, após o almoço conheceram algumas, das 50 trilhas que existem no local e que levam a lugares fantásticos.

“Com apenas uma palavra, é possível descrever este local: paradisíaco. Realmente, é um pedaço do paraíso em meio aos cânions da Serra do Rio do Rastro”, descreveu o jornalista da Rádio Guarujá de Orleans, Adriano Ghellere.

Cabanha da Serra é um empreendimento que vem sendo projetado há anos pelo empresário Mercílo Rigon. Preparado para atrair turistas de todo o mundo, o local é perfeito para quem busca a paz, o sossego do interior e a harmonia com a natureza.

Para chegar até a fazenda, é necessário subir por uma estrada de chão, denominada de Serrinha, já que as inúmeras curvas e o aclive acentuado recordam a Serra do Rio do Rastro.

O empreendimento deverá ser aberto ao público em 2014. A propriedade possui 300 hectares e conta com 30 açudes, um pomar, três casas para moradia, piscinas, 50 trilhas que levam a locais fantásticos e um salão de festas que está em fase de construção.

 

Acesse para ler a reportagem e ver mais imagens – Fonte e imagens: Sul in Foco – 02/04/2012.

FCC vistoria propriedade em Lauro Müller para receber Cross Country

Presidente da Federação Catarinense de Ciclismo, João Andrade, esteve nesta sexta-feira, na propriedade do empresário Mercilo Rigon, localizada na encosta da Serra do Rio do Rastro.

“Um local fantástico para quem busca paz, sossego e harmonia com a natureza”, essa foi a colocação do presidente da Federação Catarinense de Ciclismo, João Andrade, ao visitar o empreendimento Cabanha da Serra, no município de Lauro Müller, na tarde desta sexta-feira (8).

Acompanhado pelo secretário adjunto de Turismo, Márcio Luiz Rosa, e pelo filho do proprietário do terreno, Thiago Rigon, Andrade visitou o local para estudar a possibilidade de se criar na propriedade uma pista de Cross Country.

“Temos uma infraestrutura perfeita para fazer duas modalidades aqui: Cross Country (corrida a corta-mato) e Marathon. A geografia do terreno permite a realização de um evento voltado para essas duas categorias e que sem dúvida atrairá muitos competidores”, avaliou Andrade, acrescentando que irá estudar o calendário de eventos da federação para tentar promover alguma competição ainda neste ano.

Cabanha da Serra é um empreendimento do empresário Mercilo Rigon que está sendo preparado para atrair turistas de todo o mundo, que buscam um lugar para relaxar em contato direto com a natureza e com cenário paradisíaco, que alivia a alma e renova o ser.

Localizada a 15 quilômetros do centro de Lauro Müller, a propriedade está em local privilegiado, entre cânions da Serra do Rio do Rastro. Para chegar até a fazenda, é preciso subir por uma estrada de chão, chamada por Mercilio, de Serrinha, pois as inúmeras curvas e o aclive acentuado são semelhantes ao da Serra do Rio do Rastro.

Segundo Mercilo, o empreendimento deverá ser aberto ao público somente em 2014. “Estamos preparando toda a estrutura para que possamos oferecer aos nossos visitantes conforto, segurança e um serviço de qualidade”, afirma Rigon, acrescentando que a propriedade, com 300 hectares, já conta com 30 açudes, um pomar, três casas para moradia, piscinas, 50 trilhas que levam a locais fantásticos e um salão de festas que está em fase de construção.

 

Acesse para ler a reportagem e ver mais imagens – Fonte e imagens: Sul in Foco – 09/03/2012.